Wilson defende respeito ao agricultor e manutenção das regras da aposentadoria

0
46

O deputado federal Wilson Filho (PTB) se reuniu com o relator da Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, Arthur Maia (PPS/BA), para discutir as modificações para a aposentadoria dos agricultores. Para Wilson, a proposta como estava desrespeitava o homem do campo, que já é tão penalizado com o trabalho árduo e as adversidades naturais.

“Os agricultores já sofrem diariamente com o sol excessivo, com a seca e todas as dificuldades ao longo da vida e não é justo se aposentarem mais tarde. Hoje eles não precisam pagar para se aposentar porque o que fazem já gera um repasse social, tendo que viver sob o sol quente todos os dias, lidando com a terra e com animais”, disse o deputado.

A previsão é que a Câmara dos Deputados vote as reformas da Previdência (PEC 287/16) e a reforma Trabalhista (PL 6787/16) ainda no primeiro semestre desse ano. Wilson Filho ponderou que as modificações propostas nas leis passem por adequações e sejam discutidas amplamente antes de seguirem para votação.

Com a Reforma, os agricultores vão contribuir de forma individual com uma alíquota sobre o limite mínimo da base de cálculo para o recebimento do benefício. Também terão uma idade mínima de 65 anos para aposentadoria, com 25 anos de contribuição. Na regra atual, o trabalhador rural pode contribuir, mas a aposentadoria é garantida para quem não contribuiu.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here